sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Sintonia

Tiro algumas conclusões
Ao observar meus sentimentos
Como se estivesse resgatando minhas vivências
Relembrando acontecimentos
Associando aos das pessoas a minha volta
Unificando anseios
Agregando experiências
Percebendo como somos todos tão parecidos
Por trás de todas as diferenças
Notando isso através das nossas emoções
Semelhantes mas desiguais
Dependendo da intensidade
Segundo o momento
Uns viciam em certas emoções
Aprendem a sofrer
Não desaprendem
Acostumam com a dor
Outros experimentam a prosperidade
O amor ou a felicidade
Ficando imune de todo desgosto
Perambulando pelo caminho
Observando o que se passa
Vejo nas pessoas
Em seus rostos expressivos
Ora a alegria
Estampada num rosto qualquer
Ora a angústia imprimida numa face
Cada qual acostumado ou contaminado por suas emoções

Cada um cria sua realidade
Conforme acredita que ela é
Vibrando naquela mesma sintonia

2 comentários:

Antonio disse...

Bah, não sabia que tu escrevia poesia. Gostei muito do que tu escreveu no "Sintonia". Tu escreve tri bem! Da pra ve que tu consegue ve as pessoas e as emoções. Fico muito bonito esse poema.
Bju

Rosanna disse...

Não tenho palavras para expressar o quanto eu gostei deste pensamento sintonia..reflete muitas coisas semelhantes ao que eu sinto quando lí o texto..mais uma vez a minha querida amiga, meus parabéns!