sábado, 15 de agosto de 2009

Uma sucinta vírgula

Às vezes acontecem coisas ruins em nossas vidas, porque a vida não é um mar de rosas sempre
Simplesmente acontecem coisas que fogem do nosso controle
Pensamos estar diante de um ponto final
Do ponto final da alegria, de um sonho, das certezas

Às vezes é nesse momento que surge uma sucinta vírgula, que muda o modo da gente enxergar o mundo
Uma vírgula que ao mesmo tempo que separa, une o antes e o depois
Muda tudo pois quando renovamos o modo de pensar, ao nosso redor a vida se modifica.

Nenhum comentário: