segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Todos os amores

Na vida só se ama uma vez
Dizem estes
Não, na vida ama-se a cada momento um diferente amor
Dizem aqueles
Amor de infância
Amor platônico
Amor que deixa saudades
Amor que você pensa que é amor, mas é apenas ilusão
Amor de hoje, amor de ontem
Para cada momento na vida existe um amor
Há aqueles que amam durante a vida toda, o mesmo amor
Um amor tranquilo, consolador, companheiro, verdadeiro
Um amor para viver, para recordar

O seu amor

Ame.

Renata Moreira Gueresi

2 comentários:

Luzia Lira Pedagoga disse...

Amei essa poesia sobre o amor. Estava lendo pelos Blogs e de repente deparei com essa linda poesia. Adorei. Muito verdadeira.

BIU (Felipe Modenese) disse...

Olá, Alice!
Tudo bem?

Procurando algumas coisas sobre Eliane Brum, achei seu blog e vi que é admiradora do jornalismo literário e de poesia.
Eu curto muito isso e tento inserir um pouco no meu trabalho de jornalismo científico aqui no interior de SP.
Também costumava manter um blog viesia.blogspot.com
mas tô meio sem tempo
também costumava participar de um grupo de pessoas interessadas
narravidas.wordpress.com
se der, dá uma olhada

Bom, é um prazer encontrar pessoas com gostos parecidos pela net
e deixo meu contato
felipe.modenese@gmail.com
um abraço